Sistema educacional italiano

Certamente quando o assunto sistema educacional italiano, muitos estudantes demonstram interesse.

Não só por ter uma excelente metodologia de ensino, mas sim por hospedar uma das universidades mais antigas do mundo.

A Itália foi berço de grandes cientistas, que inclusive, quando eram vivos costumavam lecionar nas faculdades que existem por lá.

Aqui neste artigo, irei comentar um pouco sobre a estrutura do sistema educacional italiano.

Para que você possa entender melhor sobre esse assunto.

Vamos conhecê-la?

Estrutura do sistema educacional italiano

A educação na Itália é obrigatória dos 6 aos 16 anos, e divide-se em três etapas fundamentais: primária, secundária e superior.

O estado é o responsável pela educação dos Italianos.

Mas permite a formação em escolas privadas sempre desde que elas cumpram com os requisitos exigidos pelo governo.

Abaixo, irei comentar um pouco com você sobre cada uma das etapas que mencionei.

Educação primária

A educação pré-escolar, que em italiano é chamada de: scuola dell’infanzia, é uma formação que não é obrigatória.

Se trata de uma etapa que se caracteriza pelas brincadeiras e pela socialização das crianças.

Contudo, se os pais não estiverem interessados, os mesmos poderão pular essa etapa sem serem obrigados a colocarem seu filho na escola.

A escola primária,é a primeira etapa da educação obrigatória italiana.

Estamos falando de uma etapa que vai dos 6 aos 11 anos, e consiste em cinco cursos divididos em três ciclos.

Antigamente, ao finalizar os alunos deviam ser aprovados em um exame para que tivessem condições de seguir para a próxima etapa.

Contudo, atualmente já não se é mais necessário que os alunos se submetam a esse exame.

Os mesmo precisaram somente serem aprovados nas disciplinas durante o curso.

Ensino secundário

O ensino secundário é formado pelo ensino de primeiro e segundo grau.

Antigamente chamado de escola média, se trata de uma metodologia formada por três cursos que vai dos 11 aos 14 anos.

Trata-se de uma formação Geral com matérias como língua, matemática, história, artes e etc.

Ao chegar ao ensino secundário de segundo grau os alunos podem escolher pela primeira vez qual caminho irá seguir.

Existem três tipos de escolas e cada uma delas é especializada em um tipo ensino:

  • Liceu: oferece formação teórica em uma área de especialização, o que pode ser arte, ciências humanas ou ciências.
  • Colégio técnico: combina a formação prática com a teoria e economia ou disciplinas técnicas. Dura cinco anos, e os dois primeiros são comuns ao ramo escolhido E durante os três restantes entrará em uma especialização.
  • Colégio profissional: oferece uma educação muito prática e especializada de três anos de duração dirigida ao mercado profissional.

Sistema educacional italiano: ensino superior

O ensino superior italiano e bastante conhecido por todos os brasileiros.

Afinal, se trata do país onde estão localizadas as maiores universidades do mundo.

E não só as maiores, como também as universidades mais antigas.

Portanto, se você está em busca de aprender mais a respeito de qualquer assunto, a Itália seria um ótimo lugar para você conhecer.

O governo italiano é bastante receptivo com programas de bolsas para estrangeiros.

Contudo, é muito importante que você se preocupe em ser considerado como um candidato qualificado.

Pois todos os programas de bolsa, mesmo os receptivos contém exigência que precisam ser cumpridas para que você consiga ser aprovado.

Essas foram as dicas que tinha para você a respeito de como funciona o sistema educacional italiano, e quais são as chances que você tem de bolsa.

Em resumo, espero que tenha gostado, aproveite essas e muitas outras dicas que se encontram aqui no nosso Blog a sua disposição.